Ex-Miss Universo livrou-se dos joanetes nos pés sem cirurgia Skip to main content

Ex-Miss Universo livrou-se dos joanetes nos pés sem cirurgia

Uma das mulheres mais belas da Europa e ex-Miss Universo, Okasana Fedorova, afirmou à nossa redação que a sua beleza necessita de cuidados constantes. Quando para além do aspeto físico se trata da saúde, há que agir depressa e cuidadosamente. Começou assim a história de Okasana e a sua vitória em relação a um dos principais problemas comum a todas as mulheres: deformidade no valgo dos pés, vulgarmente chamado de “joanete”. É a história de Okasana.

Como curar os joanetes em 5 dias

Todos sabeis que o meu estilo de vida me obriga a estar a 100% em qualquer dia da semana em todos os momentos. Sem uns elegantes sapatos de salto não há nada a fazer. Principalmente tendo em conta que nós, as mulheres, gostamos de dar nas vistas e manter a postura.
O uso contínuo dos saltos causa uma desagradável sensação de estreiteza nos dedos apertados pela ponta dos sapatos, e ainda há mais. Os saltos são a principal causa do surgimento da deformidade do dedo grande do pé. Como raparigas, estamos dispostas a aguentar qualquer desconforto em nome da beleza. Sim, a beleza implica sacrifício, mas esse sacrifício trouxe-me sérias consequências.
Estas apareceram muitos antes do que esperava. Primeiro, começou a desenvolver-se a deformidade do pé. No início, foi uma pequena protuberância à qual não dei muita atenção. Mas, quando comecei a ter dificuldades em usar os meus sapatos preferidos e cada passo me provocava um ardor insuportável, que atravessava todo o meu corpo, compreendi que me tinha descurado e deitado a minha saúde a perder. Tive que trocar os meus sapatos pelas sabrinas e usar umas saias muito compridas para que as pessoas não vissem como os meus pés estavam feios.
Mila esconde os seus pés de todos

Tinha experimentado de tudo

Banhos, aplicações, fisioterapia e muito mais. Massajava diariamente os meus pés, punha pomadas, mas a minha situação piorava. Consultei um médico ortopedista na Alemanha. A sua opinião foi clara: tinha que ser operada. Mas essa não era para mim uma opção. Não tinha intenção de ser operada, ainda que fosse um tratamento necessário para o meu pé. Regressei a casa muito triste.

Um conselho inesperado

Uma vez mais, ao encontrar-me com as minhas amigas para um café, comecei a falar sobre o meu problema e vi que não era a única que sofria dos joanetes. A minha grande amiga, Valeria, recomendou-me um método simples que, segundo ela, lhe tinha devolvido a vontade de viver! Já sofria de joanetes há alguns anos quando descobriu um dispositivo chamado ValgoSocks. Trata-se se uma ligadura que tem que ser colocada todas as noites nos pés. Graças a ela, Elena deixou de sofrer dos joanetes em poucos dias.
Primeiro, fiquei relutante em relação à sua proposta porque até os reputados médicos na Alemanha me diziam que a operação constituía a única solução, enquanto aqui se tratava de uma ligadura que levantava dúvidas. Uns dias depois, fiz uma chamada telefónica que me esclareceu todas as dúvidas. Falei com a minha amiga Ana que me confirmou o que Elena tinha dito. Ela também curou os seus joanetes em menos de uma semana graças aos dispositivos ValgoSocks!
Sem mais delongas, entrei na página oficial da venda de ligaduras ValgoSocks na UE e fiz o pedido. Tive sorte, estavam em promoção e consegui comprá-los com um desconto de 50%. Como os funcionários da loja me explicaram, a ligadura regenera o osso não só durante a noite, mas também está apto para o uso diurno. Além disso, alivia as dores agudas provocadas pelo uso dos sapatos.
Após 3 dias recebi a ligadura ValgoSocks. Comecei a usá-la no mesmo dia. Tencionava usá-la de dia e de noite. Surpreendentemente, logo no primeiro dia, ao calçar os sapatos, não senti a dor infernal que sentia desde há uns meses. Claro que ainda sentia o desconforto, mas a intensidade da dor era muito menor!

Aqui está!

Depois de 5 dias de utilização contínua a dor desapareceu completamente e o joanete ficou 3 vezes menor! Ainda faltava muito para que o joanete desaparecesse completamente mas, naquele momento, podia usar o meu calçado preferido.
Os problemas desapareceram em alguns dias!
Não retirei os ValgoSocks durante 3 semanas, até ao joanete desaparecer de todo. Não teria sabido o que fazer sem o conselho das minhas amigas. Sinto-me como se tivesse de novo 20 anos. Não posso ficar calada. Agora o mais importante é manter o resultado.
Meninas, para mal dos nossos pecados, mais tarde ou mais cedo este problema atinge-nos a todas e quero que saibam como tratá-lo. ValgoSocks é de facto a melhor solução. O que mais me satisfaz é que a ligadura custa muito pouco, mas soluciona um problema gigantesco.
Encomendem ValgoSocks unicamente na página oficial de ValgoSocks. Ana e eu recomendamo-lo.
Com amor, Okasana.
P.S. Há pouco tempo tinha dado outra entrevista a uma revista sobre a minha vitória em relação à deformidade dos pés. Alguns meses depois da mesma telefonaram-me de uma empresa de estética, dizendo que iam processar-me porque os tinha deixado sem clientes! Essa empresa (não divulgo o nome para não me telefonarem de novo a ameaçar) é especialista em operações que corrigem as deformidades no valgo dos pés e, devido ao meu artigo, mais de metade dos seus clientes decidiu experimentar o meu método, adiando a intervenção e, no final, não voltaram à clínica!
Como é natural, ninguém me perguntou, e porque o fariam? Eu, simplesmente, disse que os métodos de tratamento para os joanetes eram mais adequados do que a cirurgia. ValgoSocksé uma prova disso. Desejo-vos saúde!

Comments